30 de novembro de 2009

Feelings X

"Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projectos megalômanos do futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo. Hoje sei que isso é...Simplicidade!
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora mantenho-me no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez. Isto é...Plenitude!"
*
*
*

29 de novembro de 2009


new york NEW YORK new york NEW YORK new york NEW YORK new york NEW YORK
*
*
*

28 de novembro de 2009

Feelings IX

"Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje chamo isso de...Amadurecimento!"
*
*
*

Vambora!

Hoje assim que abri os olhos, esta música estava a dançar na minha cabeça. Há anos que não a ouvia...gostaria de saber porque o meu inconsciente a foi buscar...!

"Entre por essa porta agora,

e diga que me adora,

você tem meia-hora

pra mudar a minha vida!"

*

*

*

27 de novembro de 2009

Feelings VIII

"Odeio quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeira companhia!"
Nietzsche
*
*
*

se...

Hoje não era para ser assim...Era para ser um tempo novo...diferente! Era para ser feito de novos sonhos, novos desafios, novas responsabilidades, novas vidas...mas não é! A única coisa que posso (mas não devo) é deixar-me estar assim...anestesiada...e deixar-me levar pela mente confusa e enraivecida! Porque sim...porque se...Não posso mudar nada. - Temos pena!, diriam. A cabeça cada vez mais cheia, o buraco no peito cada vez mais fundo, quando chamo...tudo está vazio e faz eco. - Adeus, adeus, adeus...um beijo e um abraço para a viagem...vou ter saudades!
*
*
*

26 de novembro de 2009

this is super fun!

Feelings VII

"Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início, minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama...Amor - Próprio!"
*
*
*

*i just wanna be ok*

FAN - TÁS - TI - CO!

Quando estou assim pó stressada, gosto de arrumar qualquer coisa...roupa, papéis, não importa! Como estou assim mais irritadiça com o stress, custa-me menos desfazer-me de todas as coisas inúteis, sem fazer grandes dramas! Não que ontem estivesse chateada, mas estava sozinha, e quando isso acontece, aproveito para pôr qualquer coisa em ordem. Ora, posto isto, estava muito mais leve, tanto eu como as gavetas :) Então, agora imaginem isto:
- Eu, fada dançante, saltitando pela cozinha a preparar o jantar! E tchatchararam, uma garrafa mini de martini bianco. AAaaahhh siiiiim! Alegria! Felicidade! A sério...soube-me pela vida! Decidi fazer esta experiência. Há muito boa gente que bebe um copito ao jantar (ok...eu sei que devem beber vinho e não Martini!) e eu aconselho: - Façam-no!!! Para quem trabalha o dia todo e tem que aguentar com gente chata...chegar a casa ao fim do dia e degustar 2 taças de vinho, huuummm...é muito revitalizante! Os músculos relaxam e desprendem-se, as pernas ficam leves e até os sonhos mais coloridos :) Um terço da minha "depressão" evaporou-se junto com o álcool, decidi fazer este "tratamento" durante 1 mês. Ou seja, pelas minhas contas, no dia de Natal, vou ser a pessoa mais alegre, simpática, bem-humorada e optimista do mundo inteiro, boa?! ahahah sounds good to me ;)
***
ps. depois também há episódios mais divertidos, como por exemplo, quando eu e a minha...aaahm...como hei-de dizer... MÃE, sim! é isso...estivémos a emborcar garrafinhas mini de licor (sim, temos pancada por tudo o que seja mini, e quanto às garrafinhas...eram pa oferecer no natal...parece-me que alguém vai ficar sem prenda eheheh) escondidas na casa-de-banho! Vale tudo! (acho que isto era assim um segredo, mas são estes momentos que fazem a vida valer...e quando formos mais velhos rir a bandeiras despregadas ao lembrá-los. E vocês também não contam a ninguém, pois não?! ;) shiiiuuu)
*
*
*

25 de novembro de 2009

"Cantiga para não morrer"

"Quando você se fôr embora,
moça branca como a neve,
me leve!
*
Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.
*
Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.
*
E se aí, também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento!
Ferreira Gullar
*
*
*

Read my Lips

Last night...it was almost perfect! There I was all warmed up, with a laptop on my knees and a pack of maltesers, watching "Lipstick Jungle" (season 2). Ooohhh...it felt so good!
I thought to myself: - This is it... I'm back, all this fashion and love and New York... Yes, I can feel it coming! I'm happy again, for no reason at all!
***
But then... hidding somewhere, unexpected...it came back. PLOFF! My perfect bubble blew up. It used to be all happy and dreamy thoughts. And I was actually able to fly around this beautiful, sparkling world. But, not right now...
***
My wings are packed in a tiny box, somewhere among all of this mess, and I must walk everyday... Just hoping that my special shoes can take me through the right path... a bright, shinny path, where I can wear my wings again and fly... just fly as high as I can!
***
Ao contrário das outras noites em que durmo assim que deito a cabeça, a noite passada foi MUITO diferente.
Vi filmes, li livros, vi televisão, enfiei os dedos nos olhos, no nariz, nos ouvidos, na boca do meu namorico enquanto ele dormia, para ver a sua reacção...that was fun :) Mas lá fiquei a dar voltas e mais voltas...
*
*
*

Fim!

" Ás vezes se quiserem ser felizes, têm de fugir para Bath e casar com um punk rocker. Ás vezes, têm de pintar o cabelo de azul-cobalto, ou vaguear por ilhas remotas, na Sicília, ou cozinhar todas as receitas do Mastering the Art of French Cooking num ano, sem uma boa razão para isso. Julia ensinou-me isso."

p.s. volto à carga com a leitura do "Visto do Céu". É desta que o acabo... Prometo (-me)!
*
*
*

24 de novembro de 2009

Games, changes and fears




purple

Retrato

"Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem mesmo este olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.
***
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias, e mortas,
eu não tinha este coração,
que nem se mostra.
***
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil,
- Em que espelho ficou perdida,
a minha face?"
Cecília Meireles
*
*
*

não consigo fazer nada...


Não consigo ler...dá-me sono! Não consigo ver filmes...dá-me sono! Parece que fui transformada num zombie, onde nada me dá prazer...onde tudo o que faço é automático, porque TENHO mesmo que o fazer. Em casa, no trabalho, na rua...em qualquer lugar. Ando... Falo... Como... Respiro... Porque é assim que tem de ser! Estou estafada! Cansada de tudo à minha volta... Física e psicologicamente. Só consigo vislumbrar ao longe a luz das férias... em que posso dormir e acordar quando quero e enquanto estou acordada, fazer o que puder para me abstrair do mundo das obrigações!
***
"Je me cacherai lá,
A te regarder!
Danser et sourire,
Et à t'écouter,
Chanter et pui rire!"
*
*
*

23 de novembro de 2009

addicted to...

a importância do vazio

"Tens o hábito de juntar objectos inutéis, acreditando que um dia (sem saber quando) vais necessitar deles? Tens o hábito de juntar dinheiro, sem gastá-lo, pois imaginas, que ele poderá faltar no futuro? Tens o hábito de guardar roupas, sapatos, móveis, utensílios domésticos e outras coisas que já não usas há muito tempo?
E dentro de ti?
Tens o hábito de guardar raivas, ressentimentos, tristezas, medos e outros sentimentos negativos?
***
É preciso deixar um espaço vazio, para que novas coisas cheguem à tua vida. É preciso se desfazer do inútil que há em ti e em tua vida para que a prosperidade possa acontecer.
A força deste vazio é que atrairá tudo o que desejas. Se acumulares objectos e sentimentos velhos e inúteis não terás espaço para novas oportunidades. Os bens precisam circular. Limpa as gavetas, os armários, o depósito, a garagem... A mente... De tudo aquilo que já não usas!
***
A atitude de guardar um monte de coisas inúteis, só acorrenta a tua vida. Não são só os objectos guardados que paralisam a tua vida. Eis o significado da atitude de guardar:
Quando se guarda, considera-se a possibilidade de falta, de carência...
***
Acredita-se que amanhã poderá faltar e que não haverá maneira de suprir as necessidades... Com esse pensamente estás enviando duas mensagens ao teu cérebro e à tua vida:
A de que não confias no amanhã; E que o novo e o melhor NÃO SÃO para ti...
***
Por isso, alegras-te guardando COISAS velhas e inúteis! Até o que já perdeu a cor e o brilho... Deixa entrar o novo em tua casa...
E dentro de ti!"
*
*
*

22 de novembro de 2009

vai bater, vai bater, vai bateeer...PUM!

ai, ai, aaaiii...
este fim de semana foi cheio de adrenalina!
*
no sábado levámos uma porrada por trás...dum senhor que estava desatento,
muuuiiito desatento! ninguém sofreu danos, só o carro do senhor...
puff...ficou assim pó amachucado! o nosso nem um arranhão.
*
no domingo, vamos dar uma voltinha...
horas de voltar pa casa. pela auto-estrada,
puff...avaria no carro! toca a tirar a tralha toda e a criançada pa berma.
frio de RACHAR...um sereno danado. quase 1 hora à espera do reboque
e do táxi... enfim, um fim de semana muito diferente!
*
deve ser pa dar um abanãozito, pa ver se não
nos deixamos dormir...
*
*
*

21 de novembro de 2009





purple

Bom Fim de Semana

Criança Faltante!

Não tenho por costume anunciar este tipo de apelos no "coisas de fada", mas neste caso, abro excepção, por carinho aos pais deste menino. Esta criança "desapareceu" há alguns anos e venho por este meio dar o ALERTA!!! Devido ao boné que o pequeno usa na foto abaixo, a PJ acredita que é uma rede de tráfico de crianças obesas, em que vendem a gordura para fins cosméticos...o cabecilha trata-se de José Cebola, residente em Faro. Vamos ajudar!!!
Imaginem a dor desta família, ao não poder desfrutar no seu dia-a-dia, deste sorriso tão carinhoso, inocente, feliz e doce! Foi feito um retrato-robôt, em que se pode registar que nos dias de hoje, o rapaz terá perto dos 25 anos, barba em desalinho, e avistado há pouco tempo no RiaShopping em Olhão, dizem fontes desconhecidas que é usuário de um colar preto e acompanha-se de um "tuna dog". Pede-se a quem tenha qualquer tipo de informações que contacte o familiar Newflesh99.

*OBRIGADA*
*
*
*

ele!

"Heaven
I'm in heaven
And my heart beats
So that I can hardly speak
And I seem to find
The happiness I seek
When we're out together
Dancing cheek to cheek"
*
*
*
I burst into tears...everytime!!!
*
*
*

20 de novembro de 2009

essa é que é essa II



Agora pisa-os, pisa-os até ficarem bem suplantados. Depois quando tentarem levantar-se, pisa-os mais um bocado.



purple



to: P.F.E. por quem tenho muita estima e consideração.
(sim és bonito... mais por dentro do que de frente!)

" - Doutor! O senhor já viu o gordo apanhando?
Conta mais do que pergunta!
- Sem chance!"
*
*
*

19 de novembro de 2009

I'm so glad we're friends!

"A friend is a special person
who takes the time to care,
who listens to your
problems and helps by
just being there.
***
You always somehow
make me smile
and the kind things that you do,
make me feel so very glad
that I have a friend like you.
*** ***
You've raised my
spirits often when
I have felt depressed,
supported and
encouraged me
when life has got me
stressed...
***
I count myself as lucky
for I could travel far,
and never find myself a friend
who's as special as you are!"
for you V. Bailarina
*
*
*

why...?


Há pessoas que simplesmente, não entendem! Das duas...uma: ou não conseguem mesmo ver o que se passa diante dos olhos, ou brincam ao faz de conta só pelo prazer de serem inconvenientes. * Não entendem que no mundo das relações humanas, há "regras" subentendidas, que não devem ser transpostas, em momento algum...seja porque, outrora tenhamos lá estado e sabido que aquele era o nosso espaço, ou porque sabíamos a confiança que existia...mas há que notar que talvez já não seja assim...e então temos de aguentar a "dor" e reaprender o nosso comportamento, quando passamos de 1ª escolha para 3ª ou 4ª... * A maioria das relações (amizade, amor...) são feitas a 2, temos sempre uma ligação concreta com certa pessoa, e as conversas são de tipos diferentes, de amigo para amigo! Mas, raramente, também existem relações a 3, em que tudo flui naturalmente, e ali todos sabem de todos, e nada se omite! O que já não é tão bom, é quando alguém supõe que é o 3º elemento, e quer sê-lo à força...não dando espaço para que com o tempo conquiste esse lugar! Por achar que tem o direito de irromper pela porta quando quer e lhe convém, porque um dia foi assim. * Com isto, apenas vai destruir todas as linhas necessárias para construir algo. Só mantendo o verdadeiro respeito pelas "novas" relações, o comportamento adequado no "novo" espaço de que queremos fazer parte...só assim, devagarinho e sem fazer grande alarido...poderemos entrar, sentar e desfrutar de um ambiente sereno e confortável para conviver.
*
*
*

"If that's all there is, it's enough!" It's a game...you should look for the 9's.
*
*
*

18 de novembro de 2009

(sweet cotton) YUN ZI



O zoo de San Diego tem um novo panda,
que se chama "Yun Zi".
O significado do nome é "filho da nuvem".
Eu também queria ter este nome...
Mas tinha que ser:
Filha da Nuvem de Algodão Doce
coisas de fada* ;)
*
*
*

viagem ao passado

Bom, isto pra mim é muito giro!
Quando eu andava no secundário, surgiu a ideia de escrever cartas a uma colega minha. Não cartas que se mandasse pelo correio...não! Simplesmente, passávamos os dias juntas na escola, éramos da mesma turma...e pode parecer estranho o facto de nos correspondermos por carta, eu sei. Mas, são coisas de adolescente, que só se fazem uma vez na vida! Portanto, durante as aulas ou à noite em casa, agarrávamos em papel e escrevíamos sobre qualquer coisa, que nos estivesse a fazer tristes ou felizes...! No dia seguinte, entregávamos em mão do destinatário e por vezes, os assuntos das cartas nem sequer eram mencionados em viva voz!
Era como um segredo, que ninguém sabia...!
***
O melhor disto tudo, é agora passados 10 anos, ter uma caixa cheia destas memórias!
Memórias estas, que se não estivessem gravadas em papel, se perderiam para sempre, como se nunca tivéssemos lá passado... Mesmo assim, tenho uma enorme dificuldade em descodificar tanta coisa... tantas alcunhas dadas a tanta gente.
ahahahah de morrer a rir!
***
Encontrei uma que considerei especial! Não é da pessoa com quem me correspondia quase diariamente, é de outra colega...com quem hoje não tenho nada, ou quase nada, em comum. Não é uma amiga do peito, apenas uma amiga que andou comigo na escola. Mas por essa mesma razão, a carta é tão especial, pelas palavras que ali estão e que eu dificilmente me lembraria...
Transcrevo:
" FELIZ DIA DOS NAMORADOS!**!
Estava para aqui a pensar como tu és e como me fazes sentir bem. És uma líder nata, capaz de comandar justamente e q.b. um grupo e até ti própria. Pois é! Pareces muito fixe naquilo que fazes e pensas e essa é uma das tuas maiores qualidades. Fazes a vida parecer simples e doce, sem problemas, só vantagens e alegrias. O melhor de tudo: transmites isso às outras pessoas, ...a mim! Já me fizeste olhar para tudo o que me rodeia com um sorriso em vez de colocar em tudo um ponto de interrogação; já me fizeste acalmar a dor e a inquietação...Obrigada! Pode parecer uma palavra sem nexo, tirada das leis da boa educação...pois não é! Vem cá de dentro para se dirigir a ti! Obrigada!**! Continua a malucar, sempre divertida e bem disposta, continua a distribuir sorrisos e mais obrigadas, continua a ser como tu és: diferente de todos, porque é bom que assim sejas. Adoro-te! Beijos e abraços, de 1 amiga***"
***
(snif, snif, snif...
para já agradeço a atenção da minha amiga, em escrever uma carta neste dia...
provavelmente não tínhamos namorados a quem mandar eheheheh)
Então é isto?! Isto sou eu?!
Era assim que as minhas amigas me viam quando eu tinha 17 anos?!
UAU...!
Isto é bom de se ler...saber que eu era assim, esta fonte inesgotável de energia e boa disposição. Será? Será que a minha passagem na vida dela, nesta fase de adolescente (por vezes, tão crítica e difícil) a mudou assim tanto? Bom, na verdade não sei! E, talvez tenha servido apenas, para aqueles anos de escola, mas mesmo assim sabe maravilhosamente bem, saber tudo isto...agora que já sou "grande". Lembrar-me da essência que tinha quando ainda não sabia nada da vida... e mesmo assim... Só posso deduzir com isto tudo, que a minha faceta de maraFADA já cá mora desde sempre. E quando às vezes tenho aquelas crises existenciais, em que penso e repenso: -Mas porquê que eu sou assim...PARVA?!
Ahahahah Já sei!
Não é parvoíce...sou EU:
diferente de todos, porque é bom ser assim! :)
*
*
*

Este filme é super fixe! Dá voltas e voltas, e quando menos se espera ainda dá mais uma...!
*
*
*

17 de novembro de 2009

addicted to...

This ain't a movie no

No fairy tale conclusion ya'll

It gets more confusing everyday

Sometimes it's heaven sent

Then we head back to hell again

We kiss and we make up on the way

***

We're just ordinary people

We don't know which way to go

Cuz we're ordinary people

Maybe we should take it slow

This time we'll take it slow

This time we'll take it slow

*

*

*

ser feliz...


Convencemo-nos de que a vida será melhor depois de:
> terminar o curso
> conseguir trabalho
> casarmos
> termos um filho
e então,
> termos outro.
***
Logo sentimo-nos frustrados, porque os nossos filhos não são suficientemente grandes, e pensamos que seremos mais felizes quando crescerem e deixarem de ser meninos, depois desesperamo-nos porque são adolescentes, difíceis de aturar. Pensamos: -Seremos mais felizes, quando deixarem essa fase.
*
Logo, decidimos que a nossa vida será completa quando o nosso cônjugue estiver melhor, quando pudermos ir de férias, quando conseguirmos progredir, quando nos reformarmos.
*
A verdade é que não há melhor momento para ser feliz do que agora mesmo. A vida estará sempre cheia de logros, de desafios.
*
Não vamos esperar até:
> terminarmos a universidade
> sairmos de casa
> nos apaixonarmos
> nos casarmos
> termos filhos
> nos divorciarmos
> perdermos 10 quilos.
***
A felicidade é um trajecto, e não um destino. Trabalha como se não necessitasses de dinheiro, ama como se nunca te tivessem magoado, e dança como se ninguém estivesse a ver! Não esperes até morrer, para decidir que não há melhor momento do que, justamente, este para ser Feliz!!!
*
*
*

brick walls!


"Brick walls, exist for a reason. They are not there to set us back... They are there to show us how badly we want something. Brick walls are there to stop the people who don't want it badly enough. They are there to stop the other people."
Prof. Randy Pausch
*
*
*

murmúrio

" Traze-me um pouco das sombras serenas,
que as nuvens transportam por cima do dia.
Um pouco de sombra apenas,
vê que nem te peço alegria!
Traze-me um pouco da alvura dos luares,
que a noite sustenta no seu coração.
A alvura apenas dos ares,
vê que nem te peço ilusão!
Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor.
Vê que nem te digo esperança,
vê que nem sequer sonho, amor!"
Cecília Meireles
*
*
*

16 de novembro de 2009

O amor da tua vida, é o amor da tua vida!


"o esqueci!" digo eu, repetidamente, a quem me quer bem.

Depois vejo-o, e cai-me o mundo aos pés.




purple

I declare myself a...

"What would life be without a little drama?" :)
*
*
*
"Butter to my bread, breath to my life!"
Bon Appétit
*
*
*

addicted to...

Vôo


"Alheias e nossas as palavras voam.
Bando de borboletas multicores,
as palavras voam.
Bando azul de andorinhas,
bando de gaivotas brancas,
as palavras voam.
Viam as palavras como
águias imensas.
Como escuros morcegos,
como negros abutres,
as palavras voam.
Oh! alto e baixo
em círculos e rectas acima de nós,
em redor de nós,
as palavras voam.
E às vezes pousam!"
Cecília Meireles
*
*
*

nãaaooooo!

Não acredito que já é segunda-feira OUTRA VEZ!!!
#$%&fȻ_k@ humpf...
*
*
*

14 de novembro de 2009

addicted to...

I feel so pretty, picture perfect, beautiful

Don't you feel pretty? Like your putting on a show?

And the cameras go...

Click, click, click, flash...

*

*

*

let's have a dream*


"Há sonhos duramente reprimidos, e sonhos bravamente liberados,
sonhos sérios, formais, comedidos, e sonhos excessivamente ousados.
Sonhos requintados e elegantes, e sonhos de um mau gosto refinado,
sonhos muito extravagantes, e sonhos super bem-comportados.
Para todas as preferências, tendências e fantasias,
há sonhos prácticos e realistas, ou distantes utopias,
sonhos malucos e geniais, sadiamente loucos, insanamente normais,
sonhos libidinosos, mundanos, sonhos divinos e angelicais.
*
Mas sejam nobres e sublimes, ou vulgares e banais,
são apenas sonhos humanos, de todos nós mortais.
Há sonhos para se sonhar sozinho, e sonhos para se sonhar a dois,
sonhos que muitos já sonharam, e que muitos sonharão depois,
sonhos para se sonhar em vida, e sonhos para depois de defunto,
sonhos para se sonhar em segredo, e para contar a todo o mundo.
Sonhos arrojados e inovadores, sonhos antigos e tradicionais,
sonhos que viraram história, e sonhos que ninguém se lembra mais,
sonhos sonhados com medo, e com muita garra e coragem,
sonhos que parecem pesadelos, e sonhos que são uma viagem.
Sonhos que nos deixam preocupados, e sonhos que nos enchem de esperança,
sonhos para quando a gente crescer, e sonhos de voltar a ser criança.
*
Quantos ficarão só no "talvez"...?
Quantos virarão realidade?
Quantos deixarão de ser apenas desejo, para se transformar em vontade?
Quantos sonhos serão bem mais do que febre passageira?
Que nos motivem a lutar a vida inteira,
e a prosseguir sempre, de qualquer maneira,
ralando, errando, perdendo ou ganhando,
acertando em cheio ou fazendo belíssimas asneiras?
Porque sonho que é sonho, não passa:
- Faz a gente fazer no peito e na raça,
de pura pirraça, nem que seja
a última coisa que a gente faça!"
Geraldo de Sousa
*
*
*
Belíssimo!
*
Paisagens deslumbrantes, personagens fortes,
uma história linda com muito para ensinar.
*
"It was silly of us to look for qualities in each other that we never had."
*
*
*

13 de novembro de 2009

2012


Regressei à pouco do cinema. O filme está bom, faz abrir os olhos, no entanto, podia ser mais realista em alguns aspectos.

purple

"Sometimes napping in your teacups,
or wandering to and fro,
making it her comfy home,
and happy doing so.
*
Your kitchen will be cozy,
the true heart of your home,
when visited by a fairy,
you will never be alone!"
*
*
*

addicted to...

Well, I don't like
Living under your spotlight
Just because you think I might
Find somebody worthy
Well, I don't like
Living under your spotlight
Baby, if you treat me right
You won't have to worry

*

*

*

SPREAD


Raparigas vejam, o Ashton Kutcher está ....... (my god não tenho palavras para descrever) mesmo mesmo mesmo sexy.
O enredo é um bocado básico: "Playboy que come todas as gajas ricas e boas de Las Vegas vivendo ás custas delas e que depois perde tudo...".
No entanto vale a pena ver!
AHHHH, o filme tem bastante acção e manifestamente explicita, diga-se de passagem.



purple

*filosofia de vida*

"E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar... Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las! Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução! Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis. Decidi ver cada noite como um mistério a resolver. Decidi ver cada dia, como uma nova oportunidade de ser FELIZ! Naquele dia, descobri que meu único rival não era mais do que minhas próprias limitações, e que enfrentá-las, era a única e melhor forma de superá-las. Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido. Deixei de me importar com quem ganha ou perde. Agora me importa, simplesmente, saber melhor o que fazer. Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima e , sim, deixar de subir. Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de AMIGO! Descobri que o amor é mais do que um simples estado de enamoramento, o amor é uma filosofia de vida. Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade. E desde aquele dia, já não durmo para descansar. Simplesmente, durmo para SONHAR!
Walt Disney
*
*
*
3 longas horas...de bom enredo...péssimo guião...e linguagem muito, muito feia!
*
*
*

12 de novembro de 2009



"They say nothing
lasts forever.
Dreams change,
trends come
and go,
but
friendships
never go
out of
style!"
*
*
*

encomenda

"Desejo uma fotografia como esta!
-O senhor vê? Como esta...
Em que para sempre me ria como um vestido
de eterna festa. Como tenho a testa sombria,
derrame luz na minha testa. Deixe esta ruga,
que me empresta um certo ar de sabedoria.
Não meta fundos de floresta nem de
arbitrária fantasia... Não...
Neste espaço que ainda resta,
ponha uma cadeira vazia!"
Cecília Meireles
*
*
*

hOt in the ciTy


"Old New York... New New York...
Honey, it's still New York!"
***
AMO de paixão...de alma...de coração!!!
*
*
*
Que tipo de pessoa é que vai pela rua às 10:00h da manhã,
com os phones nos ouvidos e a cantar a alto e bom som:
"Você não vale nada
mas eu gosto de você,
você não vale nada
mas eu gosto de vocêeee..."
yac...mau gosto :p
*
*
*

11 de novembro de 2009

Essa é que é essa


Hoje vi-te e esqueci-me de respirar...


O porquê é que eu não sei explicar, mas isto já ajuda...




purple

falar, falar, falar...

Não é a primeira...nem a segunda...nem a terceira vez que me acontece.
Para quem não sabe, trabalho ao balcão duma loja, o que faz com que tenha contacto com várias pessoas...mesmo aquelas que preferia não ter.
A situação de que quero falar é a de pessoas que entram aqui para comprar ou apenas para ver o que há, e de repente alguma frase ou palavra-chave que eu diga, e já está... puxa-se ali um pequeno cordelinho e lá vai ele sem parar!
Falam de tudo e mais alguma coisa: do que fazem ou gostariam de fazer, como é ou como deixa de ser, do que lhes corre bem mas principalmente do que vai mal.
Hoje tive aqui uma senhora que já é cliente habitual que ficou aqui sem exagero 1 hora.
Eu continuei a fazer o meu trabalho e ela deixou-se estar a conversar...
Que conclusão podemos nós tirar daqui?
Porque desabafa uma pessoa com uma estranha sem mais nem menos?
Qual confessionário na igreja, eu aqui sou quase o Papa!
ahahahahah, que exagero!
Epá mas fico assim... sem perceber o porquê.
A necessidade de falar, de contar. Ela sabe que eu nada posso fazer para melhorar a situação da sua vida, como é óbvio. Mas o prazer que lhe deu ter alguém para ouvir e que lhe estava a dar atenção foi maior... maior do que o "medo" de falar sobre os seus problemas.
Não sei se tenho alguma estrela na testa, ou uma aura muito brilhante que puxa as pessoas até mim (lembro-me agora das moscas com aquela coisa fluorescente lol)
mas a verdade é que acontece, as pessoas vêem até mim, assim do nada!
E até é estranho porque tenho fama de ser mal-educada e mal-humorada, mas pronto quem não me conhece também não adivinha...mas supostamente eu deveria ter sempre cara de contrariada a quem tudo corre menos bem! Olha, se calhar é isso:
-Deixa-me lá falar com esta, que também está com cara de poucos amigos! Deve ter os mesmos problemas que eu, pode ser que me entenda melhor!
sei lá...
***
Bom, por norma, quando acabo estes diálogos, guardo para mim que com certeza, servirão para me ensinar algo que ainda não conheço (são sempre pessoas mais velhas que o fazem).
Que me querem dar aquele toque de "tens que dar mais valor, já viste...?!"
E sim, duma maneira ou de outra passo a dar mais valor, embora às vezes também me esqueça disso tudo... não sou perfeita e o meu cérebro também tem falhas, cada um lida com as coisas à sua maneira.
***
Qual a lição maior a tirar daqui?
Há muita gente só, que por mais família que tenha, não tem com quem conversar, ou pelo menos o direito de se queixar sobre coisas insignificantes, que a um familiar ou amigo poderia soar ofensivo, mas a um estranho que nada sabe... não importa... não incomoda!
A comunicação cara-a-cara está a perder-se!
É triste...!
*
*
*

dançar!

"Vou dançar até os meus sapatos
pedirem para parar.
Então páro... descalço-me...
e danço até a vida acabar!"
*
*
*

10 de novembro de 2009

Happy Birthday




Hoje a Rua Sésamo faz 40 anos de existência, eu como grande fã não poderia deixar passar esta data em branco. Um enorme OBRIGADO por todos os bons momentos passados na companhia destes grandes amigos!


Um grande bem haja.




purple

ou isto ou aquilo

"Ou se tem chuva e não se tem sol,
ou se tem sol e não se tem chuva.
Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva.
Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.
É uma grande pena que não se possa estar
ao mesmo tempo em dois lugares!
Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.
Ou isto ou aquilo, ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!
Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranquilo.
Mas não consegui entender ainda qual é melhor:
se é isto ou aquilo!"
Cecília Meireles
*
*
*

9 de novembro de 2009

Book Dilemma

Tenho um pequeno "problema".
É que tenho a tendência de estar sempre a pular de livro em livro.
Antes não era assim, agarrava num e devorava-o até ao fim, e depois até ficava triste porque queria mais da mesma história...
Agora não, comecei a ler o "Visto do Céu" já há não sei quanto tempo, e esse então é que já vi que não dá. Já peguei nele umas três vezes e largo sempre =(
Agora foi o "Eclipse". Acabei o "New Moon" e querendo mais, fui logo buscar o que vinha a seguir.
Mas afinal, não! Li o primeiro capítulo e hoje peguei noutro =$
LOL
Enfim, é conforme o humor que me enche. Mas acho que agora vou ler este, "Julie e Julia".
É que muita vampirada seguida...por muito boa que seja, pra mim já não dá!
=)
este fim-de-semana fui à casa da minha avó e descobri que ela está a ler o Breaking Dawn :O
fantástico! fez uma cara estranha e disse - isso é de vampiros! ahahahah
a minha avó é que rula ;)
*
*
*

Dura Realidade



Por mais que a gente se esforçe...não há volta a dar!!! O destino está marcado, quer sejamos belas e magras...ou nem tanto. Se até as princesas mais famosas conseguem ter estes finais tão...tão "poucochinhos". Coitadas de nós, comuns mortais, sem fadas madrinhas para nos abençoar ou príncipes encantados que nos farão felizes para sempre. Eventualmente, tudo acaba e fica assim: beber para esquecer, uma carrada de filhos para criar, dementes em lares de idosos, as mais abastadas...viciadas em plásticas e poder-se-á dizer as mais pobres a engordar a comida de plástico, porque afinal basta 1€ para concretizar esse desejo... Oh well, não se pode ter tudo...e mesmo que se possa, não dura para toda a vida!

*C'est la vie!*
*
*
*

" There's a common belief among anthropologists
that you must immerse yourself in an unfamiliar world
in order to truly understand your own. "
*
*
*

mood

O humor compreende também o mau humor. O mau humor é que não compreende nada.
*
De todas as taras sexuais, não existe nenhuma mais estranha do que a abstinência.
*
Viver é desenhar sem borracha. Certas coisas só são amargas se a gente as engole.
*
Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem.
*
Não devemos resistir às tentações: elas podem não voltar.
*
Democracia é quando eu mando em você, ditadura é quando você manda em mim.
*
O dinheiro não dá felicidade, mas paga tudo o que ela gasta.
*
Quanto toda a gente quer saber, é porque ninguém tem nada com isso.
*
Em geral, as pessoas que se perdem em pensamentos, é porque não conhecem muito bem esse território!
*
*
*